Início do Diário de um Recém-Ateu


Em 13 de fevereiro de 2007 comecei a escrever textos motivado por uma profunda angústia existencial que surgiu do fato de que perdi (aparentemente) a fé em qualquer coisa. Buscando, raciocinando, escrevendo, anotando coisas que ia vendo ou ouvindo, eu criei algo que poderia talvez ser chamado de um diário. O nome que lhe dou deriva da minha atual condição de recentemente auto-incluído entre as fileiras do ateísmo. Para os religiosos, aviso que meu blog não será agradável e minha (in)decisão dificilmente terá volta. Para os ateus, tampouco, prometo satisfações intelectuais, sendo minha condição provavelmente transitória demais para considerar-me entre eles por muito tempo. Começarei a transcrever textos desde fevereiro de 2007, além de escrever textos novos.

13 de fevereiro

… e então eu escrevi as primeiras palavras. Eis-me aqui, é quase meia-noite e estou deitado, iniciando pela primeira vez um ‘diário’. Por que diário? Por que não um blog? Por que não um arquivo no meu computador? Por que, porque… é justamente para explicar o(s) PORQUÊS que iniciei este diário. E o imaginei pela primeira vez com estas páginas, esta tinta preta e esta letra desarrumada. Escrever tem uma magia que dificilmente algum dia srá rivalizada pelo digitar. E olha que todo mundo digita, hoje… Não sou escritor, isto não é um livro, nem obra de arte de nenhuma espécie. É apenas reflexão, materializada nesta forma específica de páginas brancas pautas e tinte preta. Apenas isso. Embora entenda apenas superficialmente PORQUE um diário escrito, sei muito bem PORQUE escrevê-lo. A questão fundamental é que, finalmente, tornei-me integral e verdadeiramente ATEU. No dizer de Niezstche, ‘matei Deus’. Não consigo aceitar ou acreditar nos conceitos religiosos gerais de vida após a morte, deus ex machina, julgamento, paraíso, inferno, etc. Isto me perturba profundamente. Porém, no momento, estou com sono demais e minha fonte de luz (o celular) está descarregando. Amanhã continuarei de onde paramos…

Anúncios

About this entry